Franqueadora acaba de lançar o modelo Prime, dedicado a nanofranquias, com investimento baixo e retorno rápido

O caráter trágico e assustador dos efeitos da Covid-19 não impediu nem impede a identificação de oportunidades para se contrapor à retração dos negócios e à geração de emprego e renda. Exemplo disso está no desempenho da StartupWin Franchise – a 1ª franqueadora de startups do país e detentora de um modelo de negócio inovador.

A StartupWin associada à FCJ (a maior venture Builder da América latina), reúne num só negócio a natureza inovadora das startups e o sistema de franchising. Em seu portfólio de franqueadora, a StartupWin comercializa e dá todo o suporte para franquias de startups maduras, dedicadas a ramos de atividades e modalidades de serviços oferecidos a distância.

Na área da saúde, destaque para a Psicologia Viva. Em RH, a Avulta, que lida com a colocação de pessoas com deficiência. A Fazenda do Sol encampa um projeto de fornecimento de energia limpa e mais barata, a pessoas físicas e jurídicas. A Byte in Motion é uma plataforma digital multisserviços de gestão. E a Destock trabalha com auditoria fiscal e estoques.

Modelos de negócios

O modelo SW (Startup Win) de franquia é aquele onde o franqueado escolhe apenas uma startup e pode iniciar o negócio em home based. Requer fundo de marketing de 2% e royalties de 8%. Para o franqueado agregar outras startups em sua franquia, é necessário um funcionário ou sócio para auxiliar na operação da nova marca.

Já o modelo Prime é baseado em nanofranquia home office. “O investimento inicial é muito baixo e amplia oportunidades de renda para microempreendedores, especialmente nesse cenário afetado pelos efeitos da pandemia”, diz André Justino, CEO da SW Franchise. Uma nanofranquia pode funcionar como alternativa de renda complementar ou, mesmo, se tornar a fonte principal de recursos para o franqueado.

Do Brasil para o mundo

O empreendedor carioca Carlos Gomes Teixeira fez carreira bem sucedida no Brasil no setor de bancos, inclusive em processos de formatação de franquias. Há pouco mais de um ano em Portugal, na cidade do Porto, Teixeira negociou, com a Startup Win, uma master franquia, composta, inicialmente, por três marcas.

Psicologia Viva: Plataforma que conecta psicólogos e pacientes em todo o mundo, em sua língua nativa. Foi desenvolvida para resolver as três grandes dores dos pacientes, identificadas por meio de pesquisa: custo de acesso ao serviço, falta de tempo e desconhecimento sobre qual profissional pode ajudar.

Avulta: O método inovador da startup Avulta quebra o preconceito da empregabilidade operacional para pessoas com deficiência e atrai, principalmente, candidatos com ensino superior para cargos analíticos e estratégicos. Ferramenta online faz avaliação funcional e identifica o perfil cognitivo para um “match profissional” com a corporação que oferece a vaga. Atendimento da Avulta foi ampliado, neste ano, por meio da franqueadora StartupWin.

Byte in Motion: Plataforma Digital para Gestão de Manutenção, Ocorrências, Operação e Segurança em Ativos, Recursos e Pessoas. Dispõe de funcionalidades para a hotelaria, gestão de condomínios, manutenção preventiva de infraestruturas privadas e públicas. Por meio da plataforma Byte in Motion, descobre-se onde se localizam as dificuldades na organização e nos processos. Toda a parametrização e configuração da plataforma é feita em conformidade com as necessidades específicas de cada usuário.

Tanto em Portugal como no Brasil, a pandemia da Covid-19 acabou favorecendo o fortalecimento do empreendedorismo, onde se incluem negócios relacionados a startups e ao modelo de franchising, com ênfase em atividades digitais home based ou exercidas em coworking. Telesserviços chegam para mudar o conceito de atendimento e entrega, com impacto relevante nos custos operacionais.

Existem, no Brasil, um milhão e 360 mil colaboradores no setor de franquias; quase quatro mil franqueadores e 140 mil franqueados. Nesse setor, o país só é superado pela China. O segmento que concentra maior volume de negócios é o de alimentação. Porém, as imposições e restrições do distanciamento social elevaram a atratividade de serviços online, com destaque para as áreas de educação, saúde e tecnologia digital.

A StartupWin Franchise é associada à FCJ Venture Builder – a segunda maior Venture Builder do mundo e a primeira da América Latina, que tem no comando o CEO Paulo Justino. Sob o guarda-chuva da FCJ, a StartupWin conta com mais de 50 opções disponíveis de startups, no processo continuado de seleção.

“Somos uma rede de Venture Builders que tem como objetivo resolver a dor dos investidores em inovação, que está ligada ao risco de selecionar e investir de forma individual em projetos de inovação, podendo contar com um portfólio de startups em um ambiente gerenciado.”, explica o CEO Paulo Justino.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui