Três das tendências de busca de emprego que mais crescem no Brasil atualmente, de acordo com o Indeed

Buscas para o termo 'home office', aumentaram quase 600% em janeiro em comparação com o mesmo período do ano passado

0

A pandemia da Covid-19 impactou muitas empresas e trabalhadores em todo o mundo e impactou principalmente os trabalhos de serviços essenciais. Muitas mudanças estão acontecendo no mercado de trabalho brasileiro e a fim de identificar as tendências mais recentes na procura de emprego no Brasil, o Indeed calculou o volume das buscas (por 1M) em Jan’20 e Jan’21, e então calculou a variação em % dessas participações , e descobrimos três tendências principais que estão acontecendo no mercado agora.

Oportunidades em serviços essenciais

Como mostram as estatísticas do governo, os trabalhos mais afetados com a pandemia foram os que não são possíveis de serem feitos em home-office, como porteiros, manutenção e faxina e também motoristas, vendedores de loja e atendentes. E as estatísticas do Indeed mostram que, por exemplo, as pesquisas de emprego para o termo ‘motorista categoria b’ – cresceram 263% neste mês de janeiro, com mais de 3,4 mil pesquisas por milhão. Assim como as pesquisas pelos termos ‘atendente de loja’ e ‘porteiro noturno (12×36)’, aumentaram 236% e 113% respectivamente.

A tendência de ‘home office’ e horários flexíveis

Como esperado, as pesquisas pelo termo ‘home office’, por exemplo, aumentaram 594% quando comparamos jan2020 a jan2021, com mais de 7 mil pesquisas por milhão em janeiro deste ano. Um reflexo dos hábitos trazidos pela pandemia.

Para Felipe Calbucci, diretor de vendas do Indeed, esse dado marca uma nova tendência no Brasil que se manterá mesmo quando a situação da Covid-19 se resolver. “As pessoas tiveram a oportunidade de sentir como é ter flexibilidade e melhor qualidade de vida trabalhando à distância e escolhendo seus próprios horários. Não perder tanto tempo no trânsito para chegar ao trabalho e poder ficar mais tempo com a família é algo de que as pessoas não irão abrir mão facilmente. É por isso que podemos ver um aumento tão grande na procura de empregos que oferecem a opção de home office”.

O sistema de home office implantado durante a pandemia também possibilitou a contratação de pessoas com deficiência, uma vez que a falta de adequação dos espaços de acessibilidade nos ambiente de trabalho deixaram de ser um problema. De acordo com os dados do Indeed, houve um aumento de 21% nas pesquisas por ‘vagas pcd’.

Jovens no mercado de trabalho

Os dados também mostraram que as pesquisas pelo termo “jovem aprendiz ” cresceram 9% quando comparamos jan2020 a jan2021, com quase 17 mil buscas por milhão em jan 2021. A demanda por estágios também cresceu em muitos setores. O termo ‘estágio’ sozinho cresceu 10%, com mais de 659 pesquisas por 1 milhão. Mas as que tiveram o maior aumento nas pesquisas na comparação jan2020 – jan2021 foram ‘estágio engenharia’ (115%), ‘estágio em direito’ (89%) e ‘estágio recursos humanos’ (68%). As pesquisas por ‘estágio online’ aumentaram 133%. E o termo ‘trainee’ teve um acréscimo de mais de 18%.

“Considere um emprego pela experiência. Seu primeiro emprego pode não ser exatamente o que você deseja, mas oferece uma experiência valiosa que você pode usar mais tarde. Cada setor apresenta formas únicas para você aprender novas habilidades ou aprimorar as antigas”, disse Calbucci. “Minha recomendação para os jovens que buscam entrar no mercado de trabalho é fazer networking em todas as oportunidades disponíveis, networking é essencial para encontrar emprego e progredir na carreira. E também adaptar seu currículo para cada vaga que aplicar, gerentes de diferentes locais procuram qualificações diferentes que condizem com a demanda de cada vaga. Procure palavras-chave específicas ou frases de destaque nas descrições dos cargos das vagas de interesse”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui