sexta-feira , 14 junho 2024
Ínicio Mercado Vendas online cresceram 70% entre as pequenas e médias empresas em função do Carnaval
MercadoNoticias

Vendas online cresceram 70% entre as pequenas e médias empresas em função do Carnaval

341

O sucesso das vendas online entre as pequenas e médias empresas brasileiras para o Carnaval de 2024 é mais um indicador do potencial do comércio eletrônico no país. Segundo dados de um levantamento realizado pela Nuvemshop – plataforma para criação de lojas online –, de 1º de janeiro a 4 de fevereiro de 2024, mais de 51 mil produtos relacionados à data festiva foram comercializados, correspondendo ao crescimento de 70% em relação ao mesmo período de 2023. Em faturamento, as PMEs já movimentaram mais de R$ 1,4 milhão com vendas online em função da folia. As fantasias representaram um aumento de 339% neste ano.

Quer abrir uma franquia do seu restaurante? Investir em uma gestão automatizada é essencial para esse próximo passo

Para Rafael Jakubowski, especialista em marketing e gestão comercial, o comércio online é uma das maiores oportunidades de faturamento para as micro, pequenas e médias empresas, porém, para alcançar altos patamares, é fundamental ter estratégia. “Muitos empreendedores ainda acreditam que planejamento estratégico é coisa de grandes corporações. Mas, não é. Os menores precisam se dedicar a isso, entender o perfil do seu público-alvo e criar mecanismos para atraí-lo, fideliza-lo”, ressalta o executivo, que também é CEO da Sanders Digital e CMO as a Service em companhias, como Energy Group e BN Engenharia, além de responder pelas estratégias de e-commerce da Vitafor.

Jakubowski destaca que, assim como a loja virtual, há outra ferramenta capaz de impulsionar expressivamente o faturamento se for utilizada de maneira adequada: o WhatsApp. “Há uma pesquisa recente do Sebrae revelando que aproximadamente 70% das Micro e Pequenas Empresas (MPE) no País utilizam ferramentas digitais para efetuar vendas. E, dentre as plataformas mais utilizadas, o WhatsApp lidera o ranking com 56%. Portanto, é fundamental ter estratégia na segmentação e na abordagem”, explica.

Outro dado que confirma a eficácia desse direcionamento, apontado também no levantamento da Nuvemshop em função do Carnaval, é volume de produtos cadastrados com o termo “carnaval” nas lojas virtuais das PMEs. O crescimento foi de 148% em comparação com 2023. Além disso, houve um aumento nas vendas dos produtos registrados com as palavras “glitter” e “lantejoula”. “Ou seja, o empreendedor precisa estar atento a essas estratégias de funil, assim, atingirá o cliente pela oportunidade da data, terá a chance de cadastrá-lo em seu banco de dados e manter relacionamento através das ferramentas de comunicação, em especial o WhatsApp, aplicativo que está em 99% dos celulares no Brasil”, justifica Jakubowski.

O CEO da Sander Digital elenca três dicas cruciais para potencializar as vendas online nas próximas datas temáticas ao longo do ano. São elas:

  1. O produto certo para a pessoa certa: não adianta enviar aquela mesma imagem de oferta para todos os clientes! Divida os perfis por grupos, por exemplo: quem gosta de roupas da cor verde, aqueles que compraram bermudas, e assim por diante. Com isso, é possível oferecer opções que se encaixem melhor nas necessidades daquele grupo de clientes, o que faz a conversão em vendas aumentar.
  2. Foque na recompra: conquistar um cliente é um desafio e muitas vezes o atendente acaba não dando atenção para a recompra desse cliente. Portanto, sempre que um cliente comprar, é estratégico criar uma rotina para abordá-lo com novidades e ofertas que combinem com o perfil dele.
  3. Crie um cupom de desconto mais agressivo para atrair clientes antigos que não compraram mais: estabeleça uma base de clientes, isso vale ouro. Quanto mais se aprende a vender para essa base, mais lucrativo o negócio fica. É importante criar um cupom de desconto com uma vantagem que realmente faça os clientes que não compraram mais sentirem vontade de consumir, aproveitar a oportunidade. Isso vai reaquecer a chama das vendas com esses perfis. Além disso, mantenha a comunicação com ele depois, o atendimento pós-venda é fundamental para a fidelização.

“Atuo com mentoria, treinamentos e palestras para micro, pequenas, médias e grandes companhias de diferentes segmentos e, somente nos últimos 12 meses, com adequações nos processos de abordagem, geramos mais de R$ 50 milhões em faturamento para os clientes através de estratégias pelo WhatsApp”, enfatiza o especialista em gestão comercial.

Compartilhar