quarta-feira , 12 junho 2024
Ínicio Carreira Por que não passo nos processos seletivos?
CarreiraEmpregos

Por que não passo nos processos seletivos?

329

Uma dúvida comum entre muitos profissionais é a razão de não passar nos processos seletivos, apesar de terem todas as qualificações exigidas. O que muitos não sabem, é que o candidato precisa se diferenciar antes mesmo de chegar a fase de entrevista, uma vez que ao ser chamado terá mais uma oportunidade de mostrar outros aspectos, além de contar mais detalhes de sua história profissional.

“O que mais ouvimos dos candidatos é “tenho todos os requisitos e fui reprovado”, mas o profissional precisa ter em mente que ter as experiências e habilidades exigidas pela vaga não garante uma aprovação automática, uma vez que são muitos candidatos que também possuem o perfil e estão concorrendo a mesma vaga, não se trata de uma corrida de quem chega primeiro, mas de quem consegue se diferenciar nessa jornada” explica Débora Herdeiro, Gerente de Operações da Luandre RH.

Ela acrescenta que durante a entrevista de emprego, o recrutador analisa ainda as experiências e desafios profissionais, as principais conquistas no emprego anterior, quais as expectativas a médio e longo prazo e o perfil do candidato — se ele é mais comunicativo, introspectivo, criativo, expansivo ou centrado. Dependendo do tipo de vaga, ainda são realizados alguns testes para analisar aspectos comportamentais que serão fundamentais para o desenvolvimento do trabalho.

Outro ponto importante é a sinceridade. O candidato precisa ser honesto sobre suas expectativas e analisar se tudo o que foi proposto pela empresa faz sentido para ele, a fim de que as expectativas das duas partes sejam atendidas.

“Se por algum motivo perceber que aquela vaga não condiz com o que esperava, falar abertamente com o recrutador é o melhor caminho. Buscamos candidatos que correspondam aos requisitos, mas para termos sucesso na contratação, a vaga também precisa atender ao profissional”, recomenda a especialista.

Antes da entrevista

Para aumentar as chances de ser selecionado, o currículo também é parte essencial. Informações de experiências anteriores são importantes para que o recrutador entenda as atividades já realizas pelo candidato. As informações devem ser claras e objetivas. Além disso, o uso de palavras-chave sinaliza conhecimento na área e permite que o profissional seja identificado mais facilmente entre os demais. Para quem ainda não tem experiência, adicionar projetos e ações sociais é algo extremamente válido, além de cursos e trabalhos de faculdade.

Abaixo um checklist para aumentar as chances de ser contratado:

– Nunca fale mal da antiga empresa ou pessoas do círculo profissional. Hora da entrevista não é sessão de terapia para desabafos pessoais.

– Faça uma lista dos pontos fortes da sua carreira profissional.

– Durante o primeiro contato com o recrutador, envie seu portfólio com trabalhos passados que ressaltem seus diferenciais competitivos.

– Pesquise sobre a empresa à qual vai se candidatar.

– Revise seu currículo e observe se constam palavras-chaves.

– Em caso de dúvida, pergunte ao recrutador. Isso demonstra interesse do candidato.

Hoje na Luandre temos mais de 4 mil vagas abertas para pessoas com e sem experiência em todo país com salários de 1.500 a 9.500 reais. Os candidatos interessados devem se candidatar gratuitamente pelo site candidato.luandre.com.br.

Compartilhar