Mais

    Primeiros passos para montar um e-commerce do zero

    Publicidade

     Começar um e-commerce envolve diversas etapas, desde o planejamento até a escolha das plataformas e a divulgação da loja e dos produtos. Para te ajudar nesse processo, existem diversos sites especializados e até mesmo aulas para profissionais de e-commerce darem o pontapé inicial na carreira.

    O que é um e-commerce?

    Antes de começar, é importante entender o que significa este tipo de negócio. O termo “e-commerce” veio do inglês. O “e” está relacionado com opções digitais, por isso, o conceito completo pode ser traduzido como comércio online ou digital. 

    Publicidade

    Também chamado de comércio eletrônico, o e-commerce é uma modalidade de negócio que tem transações totalmente digitais. Ou seja, o cliente escolhe o produto no site ou no aplicativo e faz todo o pedido por lá, inclusive o pagamento.

    O comércio feito de forma online é um dos segmentos que mais cresce no Brasil e no mundo. Um estudo realizado pela empresa Neotrust mostrou que o faturamento só no Brasil deste tipo de negócio passou dos R$161 bilhões em 2021, um aumento de quase 27% em relação ao ano anterior. 

    O número de pedidos e o ticket médio do e-commerce também tiveram um bom crescimento, de 16,9% e 8,6% respectivamente, de acordo com a pesquisa. Os setores mais em alta entre o comércio eletrônico brasileiro são os de moda, beleza, eletrônicos, eletrodomésticos, perfumaria e saúde.

    Como lançar um e-commerce?

    Criar uma plataforma e-commerce do zero não é uma tarefa fácil. São diversos passos até chegar ao final, com produtos prontos para serem vendidos online. Mas, para ajudar quem quer começar nesta área, existem diversas ferramentas, sites, cursos e aplicativos que são essenciais e ajudam muito no processo.

    Publicidade

    Confira o passo a passo e siga-o para ter um e-commerce bem pensado e estruturado.

    1. O planejamento

    O início do processo da criação de uma plataforma de comércio eletrônico é um  bom planejamento, um roteiro feito de forma estruturada e bem pensada. Antes de tudo, é preciso conhecer seu nicho, fazer pesquisas de mercado, entender os clientes e os concorrentes diretos e indiretos.

    Com toda essa pesquisa em mãos, está na hora de estabelecer metas. Pense em objetivos plausíveis, que sejam possíveis de serem realizados dentro dos prazos. Com as metas decididas, fica mais fácil tomar decisões assertivas no planejamento do e-commerce.

    2. Conheça a estrutura

    Existem diversas plataformas que te ajudarão a construir um bom site ou app para iniciar seu e-commerce. Por isso, é preciso encontrar a plataforma ideal para seu negócio, ou seja, a que irá solucionar suas necessidades de forma mais ágil e prática. 

    Crie sua loja virtual, lembrando de registrar o domínio com o nome do e-commerce, e escolha uma plataforma para hospedar seu negócio. Existem diversos sites que fazem este tipo de serviço, portanto pesquise antes o que tem mais a ver com seu nicho e que te ofereça opções. 

    Na hora de escolher o site ou plataforma hospedeira, fique de olho em algumas funcionalidades como usabilidade, funcionalidades disponíveis, contato e suporte, os métodos de pagamento que são aceitos e possibilidade de integração com outros apps e plataformas. Esses pontos precisam ser levados em consideração para que você não tenha dor de cabeça lá na frente.

    3. Pense na logística completa

    Com a loja no ar, está na hora de pensar em como será o processo de pré e pós-venda. Escolha fornecedores confiáveis e de credibilidade, para que você não tenha problemas na confecção dos produtos. Pense também na logística de transporte para fazer as entregas dos itens de forma ágil e no tempo certo. 

    Lembre-se: o sucesso da sua loja será baseado na opinião e no que os consumidores irão achar define todo o processo. Então, busque ser sempre eficiente, tente resolver os problemas de forma rápida e ouça os conselhos e sugestões dos compradores. Afinal, são elas que farão você entender onde estão os erros e melhorá-los para que as próximas vendas sejam mais assertivas e com respostas mais positivas.

    Publicidade

    Artigos recentes

    Notícias Relacionadas

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui