Mais

    Tour virtual: tecnologia a favor da escolha do seu imóvel

    Publicidade

    Uma das melhores dicas para não errar na hora de escolher um imóvel para comprar ou alugar é nunca fechar negócio sem visitar o local. Outra é conhecer vários lugares, para ter parâmetros de comparação e preço. Mas, e quem vai comprar um apartamento na planta? Como visitar?

    Tradicionalmente, o mercado imobiliário aposta na construção de um apartamento modelo decorado, que é viabilizado antes e pode ser visitado pelos candidatos a compradores antes de fechar negócio. Mas uma novidade tecnológica está revolucionando esta possibilidade: o tour virtual.

    Publicidade

    Estamos falando da possibilidade de visitar espaços que ainda não foram construídos. Parece coisa de filme? Pois saiba que a tecnologia já possibilita isso e que essa alternativa está se tornando cada vez mais popular no mercado imobiliário brasileiro.

    O investimento compensa para as incorporadoras, que não precisam gastar construindo e decorando de verdade um apartamento apenas para visitação. Elas estão interessadas ainda em usar esse diferencial para atrair mais clientes.

    Para quem quer comprar um imóvel, a solução também é bem-vinda, pois permite uma experiência imersiva realista e, em muitos casos, até a possibilidade de personalizar a decoração, conforme seu próprio gosto e personalidade. Afinal, nem sempre um decorado tem a nossa cara, não é mesmo?

    Como é possível?

    A lógica não é muito diferente do que a gente já vê em alguns jogos baseados na tecnologia – evoluções do clássico The Sims, que trabalha com 2D. O que o mercado imobiliário tem feito é adequar essa ideia usando o 3D para aumentar suas vendas, com foco em compradores cada vez mais exigentes e confiantes no digital.

    Publicidade

    Há alguns anos, imobiliárias e corretoras disponibilizam para seus clientes opções de visitação de imóveis sem sair de casa. Quem comprou ou alugou um apartamento durante a pandemia, provavelmente já teve a oportunidade de ver como funciona, já que essa solução se popularizou bastante durante o isolamento.

    De modo geral, esse tipo de tour consiste em gravar  – ou transmitir por ligação com imagem – vídeos detalhados e de vários ângulos de um imóvel e até mesmo da área comum e das ruas que dão acesso a ele. Mas, isso só funciona em locais que já existem.

    A novidade do tour virtual para apartamentos e casas que ainda são apenas projetos, por sua vez, está ligada à tecnologia 3D, que permite dimensionar altura, largura e profundidade, de maneira cada vez mais personalizada e realista. 

    Nos últimos anos, vários aplicativos de decoração que utilizam a tecnologia tridimensional tem se popularizado nos smartphones. Eles permitem mudar a cor das paredes e até simular, pela tela do computador, como aquele sofá ou objeto decorativo ficaria na sua sala.

    A maioria dos tours virtuais utilizam óculos de realidade virtual que transportam o visitante para dentro de um imóvel construído digitalmente. É realmente como se ele entrasse no espaço.

    Lá, ele pode visitar todos os cômodos, avaliar detalhes de acabamento e também alterar a decoração, sozinho ou com a ajuda de um corretor que saiba manejar essas funcionalidades.

    Já existem ferramentas que permitem ainda que o visitante caminhe também pela área comum do condomínio. Assim, ele pode conhecer também áreas como salão de festas, piscina, academia, lavanderia coletiva e demais facilidades que farão parte do empreendimento.

    No Piauí, a incorporadora MRV surpreendeu os visitantes de seu novo empreendimento com uma experiência que ganhou o nome de “My Home Experience”. Para visitar o apartamento, é preciso ir à loja física, mas lá é possível interagir como se estivesse realmente dentro dele.

    Publicidade

    Artigos recentes

    Notícias Relacionadas

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui