Mais

    7 dicas para implementar o delivery no seu estabelecimento

    Publicidade

    Para expandir as operações e alcançar novos consumidores, os pequenos estabelecimentos podem recorrer a algumas alternativas disponíveis no mercado como, por exemplo, o delivery. Esse serviço, que se tornou a principal fonte de renda de muitos comércios que estavam fechados para atendimento presencial durante a pandemia, registrou aumento de 13% no número de visitas (tráfego de pessoas) e superou a marca de R$ 40,5 bilhões, alta de 24% no gasto em 2021 em comparação a 2020, segundo dados da Associação Brasileira das Empresas de Benefícios ao Trabalhador (ABBT). Essa mudança no hábito de consumo registrada nesse período é algo que tem se mantido mesmo com a volta das atividades presenciais. O delivery continua sendo uma ótima opção para consumidores que buscam comodidade por ter ao seu dispor diversas opções de refeições sem se locomover. Ao ampliar os canais de atendimentos, bares e restaurantes saem ganhando já que por meio deles conseguem manter o faturamento mesmo em dias de movimento fraco no salão.

    Se você é um microempreendedor e não sabe por onde começar e quais passos seguir para implementar o serviço de delivery, a Sodexo Insights, plataforma de pesquisas, estudos e análises relevantes no mercado e para o mercado da Sodexo Benefícios e Incentivos, preparou um material com algumas dicas que podem ser consultadas aqui.

    Publicidade

    ‘‘Muitos microempreendedores costumam achar que o atendimento por delivery é composto apenas pela contratação de um motoboy responsável por fazer as entregas, o que é um grande engano. Implementar esse tipo de serviço requer um bom planejamento com uma série de orquestrações, que começa com a análise e definição do público-alvo, escolha dos canais de atendimento, integração das ferramentas de gestão e logística, por fim, o processamento do pedido em si. Se a entrega for mal pensada, realizada com atrasos e gerar atendimentos ruins, ao invés de ajudar, vai acabar por prejudicar a imagem do estabelecimento. Precisa estar atento em proporcionar a mesma experiência independente do canal de venda. Vale lembrar que as chances de encantamento são menores na modalidade delivery, por isso ficar atento a todos os detalhes de cada etapa são cruciais para proporcionar a melhor experiencia aos clientes. Por essa razão é preciso ter todas as ações bem planejadas e orquestradas para que elas funcionem na prática”, afirma Antonio Alberto Aguiar, o Tombé, diretor-executivo de Estabelecimentos da Sodexo Benefícios e Incentivos.

    O executivo destaca ainda que em um mercado dominado pelos serviços de entrega de comida, não aderir ao delivery pode significar ficar atrás da concorrência, pois, esse canal de atendimento, além de trazer facilidades para o cliente, ajuda também a aumentar o faturamento do negócio. “Independentemente de optar por utilizar aplicativo de entregas existentes ou desenvolver um próprio, o delivery é uma ótima estratégia para quem busca fidelizar seu público” finaliza o executivo.

    Confira as dicas a seguir:

    • Tenha um planejamento
    Publicidade

    Para que o serviço seja de qualidade e tenha o efeito esperado, é preciso planejar toda a sua infraestrutura e fluxo de execução. Por exemplo: Você terá motoboys próprios ou fará parcerias com empresas de logistica? Criará canais proprietários ou fará parcerias com plataformas de delivery? O ambos? O custo da entrega será repassado ao consumidor como taxa de entrega ou será inserido nos custos do cardápio ? Serão pagamentos online ou o entregador vai levar a maquininha? Que tipo de embalagem usar para proporcionar boa apresentação e conservar a qualidade da comida? Lembre-se de que muitas pessoas optam por pagar com vale-refeição, pois, este é um benefício dado aos trabalhadores com esta finalidade específica. Essas perguntas são fundamentais para entender como o delivery funcionará estrategicamente dentro do seu negócio, alinhado dessa forma a realidade do negócio e a expectativa do cliente.

    • Organize a sua estrutura interna

    Quando você abre a possibilidade de trabalhar com negócio de delivery, é preciso considerar que talvez haja uma demanda maior e um aumento relativo no número de pedidos. Além do público presente no local, você também terá que liberar as entregas, que devem ser realizadas em um tempo satisfatório. Por isso, em alguns casos, pode ser necessário aumentar a equipe e adaptar o local de trabalho, incluindo a cozinha e a área de retirada dos motoboys. Também é fundamental criar um fluxo de trabalho que funcione de acordo com a ordem de prioridade dos pedidos, evitando atrasos em ambas as modalidades.

    • Analise a concorrência

    Antes de abrir restaurante delivery, analise a concorrência. A sua concorrência pode ser um bom parâmetro de comparação para entender como está indo o desempenho do seu restaurante delivery. No entanto, tenha atenção: compare-se a outros negócios semelhantes ao seu. Você pode mirar nas grandes empresas, mas trabalhe sempre para ser o melhor da sua categoria. Além disso, quando você entra no mercado de delivery, a concorrência costuma ser bem acirrada. Praticamente todo microempreendedor já se deu conta de que existe uma boa oportunidade aí. No entanto, o seu foco deverá ser a diferenciação. Você deverá se concentrar no seu cliente para proporcionar além daquilo que os outros oferecem. Transforme essa modalidade em uma experiência surpreendente e inovadora para o consumidor. Invista em embalagens de alto nível ou sustentáveis, seja cordial no atendimento mesmo na entrega, e ofereça cupons de descontos, bebidas grátis e afins. Faça parceria com empresas de benefícios. Os estabelecimentos credenciados na rede Sodexo, por exemplo, podem alavancar suas vendas publicando promoções e ofertas no Sodexo Club, um clube de vantagens exclusivo para os mais de 6 milhões de usuários dos cartões da companhia. Na plataforma, é possível oferecer descontos especiais para delivery e promoções em datas comemorativas.

    • Considere ter entrega própria

    É interessante considerar a ideia de ter um time interno que faça as suas entregas e que seja treinado para ir além do óbvio, o que inclui desde a utilização de um uniforme legal até a padronização da abordagem na entrega, por exemplo. Faz toda a diferença contar com um colaborador que também se preocupa em encantar o cliente. Assim, você obtém todas as vantagens do delivery.

    • Ofereça qualidade

    Haja o que houver, a qualidade do seu produto precisa ser algo intocável na modalidade delivery. Para isso, é preciso contar com profissionais de confiança e que realizem o serviço com o maior cuidado possível. O transporte minucioso dos lanches e pratos também é crucial para que eles cheguem ao destino intactos. É claro que existem outros aspectos envolvidos na qualidade da entrega e um dos principais diz respeito ao uso de embalagens de alta qualidade e sempre adequadas ao tipo de alimento que será transportado. Recheios de pizza misturados, molhos vazados e bebidas quentes são episódios que nunca passarão despercebidos, portanto evite-os ao máximo. Para isso, você pode trabalhar em parceria com uma empresa especializada que consiga criar ou fornecer embalagens com compartimentos próprios para o tipo de alimento que você entrega. Isso é importante não apenas para evitar vazamentos e a mistura da comida, mas também para manter a temperatura, a crocância e a maciez de cada pedido, já que esse cuidado aparentemente tão pequeno faz toda a diferença na experiência do consumidor.

    • Use as redes sociais para divulgação

    Outro fator importante para um restaurante delivery de sucesso é investir de forma inteligente na divulgação do serviço. Hoje o microempreendedor já conta com o auxílio das redes sociais, que fazem esse trabalho muito bem e ainda disponibilizam recursos importantes para essa finalidade. No início, além de informar o público, também é importante compartilhar as principais características do serviço, ou seja, como ele vai funcionar. Isso inclui: os horários de funcionamento do delivery; o tempo médio de espera para entrega; os dias da semana em que ele estará disponível; o custo do serviço (caso seja cobrado do cliente); a região em que o serviço atende; as eventuais restrições de zonas de entrega. A melhor estratégia para isso é aquela que se adapta ao seu negócio. Talvez seja interessante investir em anúncios pagos e fazer uma segmentação do público local. Em outros casos, você pode lançar alguma promoção ou sorteio que exija compartilhamento para participar. Caso queira estimular o consumo por delivery, especialmente em momentos de maior pico no atendimento presencial, ofereça combos e promoções online exclusivas para entrega. Assim, você estimula o consumo em casa e não limita seu faturamento por estar com o restaurante cheio.

    • Diversifique as opções de pagamento

    No delivery, é muito interessante dispor de opções de pagamento diversificadas. Quando você trabalha com um sistema interno, por exemplo, é possível incluir já na etapa de compra o método de pagamento do pedido, se em dinheiro, via PIX ou no cartão. Mas se você não consegue oferecer essa opção ainda, as mesmas alternativas podem ser incluídas no atendimento, seja por telefone, whatsapp ou redes sociais. Adquirindo uma maquininha portátil para cartões você pode receber tanto no débito quanto no crédito, bem como com cartões de refeição.

    Publicidade

    Artigos recentes

    Notícias Relacionadas

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui