quinta-feira , 23 maio 2024
Ínicio Internet Brasil bilíngue? Buscas no Google por outros idiomas têm salto de 50% no país
InternetNoticias

Brasil bilíngue? Buscas no Google por outros idiomas têm salto de 50% no país

219

Quando o assunto é o desenvolvimento de novas habilidades, ao que tudo indica, 2024 será o ano em que muitos brasileiros se dedicarão a uma meta em comum — aprender uma nova língua, seja por meio de aulas presenciais ou via internet.

Pelo menos é o que acaba de sugerir a nova pesquisa da Preply, que, recentemente, analisou o interesse nacional por outros idiomas nos mecanismos online e aponta: no último mês, as buscas por cursos do tipo registraram não apenas o salto de 50% em relação ao mesmo período em 2022, mas o maior volume em dois anos.

Embora o aumento aconteça com segundos idiomas no geral, como o espanhol e italiano, de acordo com a especialista, a prioridade da população tem sido praticar a língua inglesa.

Inovação, Inteligência Artificial e mão-de-obra: o que vale mais no canteiro de obras

Prova disso é o fato de que, se comparadas a janeiro do último ano, expressões como “curso de inglês”, “escola de inglês” e, ainda, “conversação inglês” renderam 22% mais pesquisas de Norte a Sul no começo de 2024, com destaque ainda mais considerável quando em comparação com 2022 — nesse caso, as buscas online mais recentes pelos termos em questão representam o crescimento de 50%.

“Se, por um lado, a alta procura entre os brasileiros reflete um hábito comum nos inícios de ano, época em que costumamos nos sentir mais encorajados a tirar certos planos do papel, ela também pode ser relacionada ao desejo coletivo por novas oportunidades acadêmicas ou profissionais”, comenta Sylvia Johnson, líder de Metodologia da Preply. “Para muitos, a ideia de estudar com estrangeiros ou fazer parte de uma empresa internacional tem se tornado ainda mais possível dada a consolidação do trabalho remoto desde 2020”.

Sua fala, aliás, só reforçaria outra constatação a respeito dos principais motivos por trás do investimento em uma nova língua.

Afinal, no último ano, dados compilados pela Preply indicaram que os brasileiros cadastrados na plataforma costumam utilizá-la  principalmente como forma de melhorar suas carreiras profissionais (46%), objetivo seguido pela melhoria de suas habilidades de conversação (27%) e, por fim, a preparação para uma mudança de localidade (13%). O idioma mais procurado pelos usuários residentes no Brasil, cabe dizer, também é o inglês (65%), à frente do espanhol, francês, português e italiano.

O comportamento atual dos internautas, nesse sentido, pode significar uma mudança positiva na relação da população com o idioma, com números cada vez maiores de pessoas fluentes não somente em suas línguas nativas. Vale lembrar que, hoje, apenas 5% do Brasil é capaz de se comunicar em inglês, percentual que cai para 1% se considerados aqueles de fato fluentes, realidade que levou o país a ocupar a posição de número 60 do ranking de proficiência elaborado pelo British Council.

Muito além do inglês: as outras línguas favoritas dos brasileiros

Mesmo com o inglês ocupando a maior fatia das buscas nacionais por cursos de idiomas, em janeiro, a procura por ao menos cinco outras línguas também apresentou salto expressivo quando ao lado do mesmo período nos últimos anos.

Esse é o caso das aulas de italiano, alemão e espanhol, por exemplo, que movimentaram cerca de 22% mais pesquisas do que as registradas há dois anos, em especial a expressão “curso gratuito de espanhol”, com um volume 50% maior que janeiro do ano passado e 237% que o mês em 2022.

Nova temporada de ‘Matches’ estreia em 23 de fevereiro na Warner Channel e na HBO Max

Não só os idiomas estrangeiros, de toda maneira, têm despertado a curiosidade da população em 2024, como comprovam as pesquisas recentes por cursos de Libras na internet.

Isso porque, de 2022 para cá, o crescente interesse das pessoas em aprender a Língua Brasileira de Sinais vem se convertendo em certo boom à parte, onde termos como “curso de libras” e “aula de libras” saltam de forma significativa nos mecanismos digitais, chegando a registrar aumentos de mais de 100% — como aconteceu com a expressão “curso de libras gratuito” em janeiro, com buscas 123% mais altas que aquelas identificadas dois anos atrás.

“Independentemente da escolha do aluno, a dedicação a uma nova língua sempre trará consigo uma série de benefícios”, ressalta Sylvia. “Aprender um novo idioma não apenas permite que as pessoas trabalhem suas capacidades cognitivas e se comuniquem com indivíduos de diferentes origens, mas compreendam ainda mais profundamente a cultura e as tradições associadas a essa língua”.

Compartilhar

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Conteúdo Relacionado

Negócios com Coração: Por que Empreender Precisa de Propósito

Vamos papear sobre uma empreendedora que sabe bem o que é ter...

Estamos na era do áudio? No Brasil, 90% dos brasileiros consomem o formato

O lançamento da rede social AirChat trouxe à tona uma questão pertinente:...

Setor de Serviços segue em crescimento e franquias se destacam como opção promissora de investimento

O setor de serviços continua a demonstrar sua resiliência e potencial de...

Vendas de imóveis batem recorde e impulsiona setor moveleiro

O mercado imobiliário brasileiro celebrou um próspero ano em 2023, marcado por...