Mais

    Cinco dicas de ferramentas para impulsionar seu negócio

    Publicidade

    Convenhamos: a mente de um empreendedor não deve parar no tempo! Aqueles que já deixaram a zona de conforto para sobreviver com os frutos do próprio negócio precisam se manter antenados frente às constantes transformações digitais que podem favorecer sua área de atuação.

    O avanço da tecnologia associado à revolução no-code, por exemplo, pode (e deve!) facilitar muito o desenvolvimento de projetos e estratégias de vendas. Afinal, com as mudanças de comportamento do consumidor e dos padrões de compra, hoje se torna essencial lançar mão de ferramentas para tornar seu negócio mais atrativo, relevante e singular diante do público e da concorrência.

    Publicidade

    Então, que tal ficar por dentro de cinco dicas que prometem ser verdadeiras aliadas para impulsionar o seu mercado? E o melhor: elas podem ser colocadas em ação em um mês ou até em poucas horas a fim de acelerar a conquista de resultados promissores.

    1 – Podcast 

    Apesar de não gerar tanto lucro para seus desenvolvedores, muitos profissionais, em especial da área de marketing, acabam investindo na produção desses áudios para divulgação de trabalho e conteúdo.

    Descript é uma ferramenta no-code excelente para gravar, transcrever e editar seu podcast, mesmo para quem não possui experiência em engenharia de áudio.

    Publicidade

    2 – Blog 

    Quem ainda acha que os blogs são estratégias do passado já está um passo atrás da concorrência. Há anos essa ferramenta é usada para engajar leitores e atrair potenciais clientes. A questão é criar um conteúdo de qualidade aliado a uma estratégia consistente! Com os blogs, você pode compartilhar suas ideias em questão de minutos.

    E existem diversas plataformas no-code que podem auxiliar nessa empreitada, mas indico três delas: WordPressWebflow e Squarespace.

    3 – Comércio eletrônico ou venda de produtos físicos 

    É fato que a aceleração digital provocada pela pandemia de covid-19 colocou em evidência os e-commerces e canais digitais. Por isso, aderir a essa mudança de comportamento pode render um bom lucro.

    Uma ferramenta excelente para quem se interessa por esse modelo de negócio é o Shopify. Essa plataforma possui um back-end (estrutura que possibilita a operação do sistema) bem robusto, o que torna o processo rápido e fácil. Contudo, uma das desvantagens do Shopify é o seu custo elevado, quando comparado a outras plataformas.

    Webflow também é uma ótima opção, principalmente para aqueles que procuram ferramentas mais avançadas. Mas se você deseja uma plataforma com a interface mais amigável aposte na Squarespace.

    4 – Cursos

    Se acredita, de fato, em seu potencial e sabe que é capaz de transmitir sua expertise na área para auxiliar mais pessoas no processo, então, criar um curso on-line pode ser uma ótima opção.

    Nesse caso o Gumroad é uma boa pedida, principalmente se for iniciante no assunto. Essa ferramenta possui um back-end completo, o que facilita o crescimento no mercado digital.

    5 – Aplicativos 

    Com o avanço de tantas plataformas no-code, o desenvolvimento de aplicativos se tornou algo ágil, intuitivo e acessível, além de uma oportunidade de negócio. O que antes só era possível para os programadores agora está ao alcance de todos.

    A Flutterflow e a Bubble são as principais plataformas no-code utilizadas para esse propósito. Com elas você consegue criar aplicativos mobile e web utilizando interfaces visuais simples e permite alcançar resultados incríveis.

    * Léo Andrade é influenciador e especialista em tecnologia, referência em low-code e no-code no Brasil e autor dos e-books gratuitos A Revolução Low-Code e Citizen Developers – [email protected] 

    Publicidade

    Artigos recentes

    Notícias Relacionadas

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui