Por Otto Pohlmann *

Se já é difícil imaginar nossas vidas sem o apoio da tecnologia nas relações sociais, a missão torna-se ainda mais complexa no ambiente corporativo. O avanço das diversas soluções de TI nas últimas décadas provocou uma verdadeira revolução nas empresas, não apenas na rotina produtiva, mas também na formulação de novos modelos de negócio em segmentos inteiros. Independentemente da área ou do porte, as organizações precisam contar com recursos tecnológicos em sua estrutura para apoiar o desenvolvimento e o crescimento.

A questão é que isso não significa que basta implementar as primeiras soluções que aparecem. Pelo contrário, é preciso ter muito planejamento para encontrar as ferramentas mais adequadas à realidade e aos objetivos da companhia. Por isso, confira cinco recursos imprescindíveis que conseguem aumentar a eficácia sem onerar o orçamento:

1 – Monitoramento e gerenciamento de redes

Mesmo antes da pandemia de covid-19, a grande maioria das corporações já demonstrava preocupação com a proteção e segurança de suas redes. Afinal, todas as informações necessárias à operação da empresa trafegam nesse ambiente. Agora com múltiplos dispositivos e equipamentos por conta da pandemia de covid-19, é preciso monitorar o desempenho por meio de ferramentas que possuem gestão de falhas, workflows para automação de ações e até dashboards que facilitem a tomada de decisão.

2 – Controle de acesso e de identidade

Da mesma forma que o trabalho remoto exige atenção com a proteção da rede, a descentralização do escritório também requer cuidado com o acesso dos colaboradores aos softwares, servidores e demais recursos de TI oferecidos pela empresa. Com uma plataforma própria para controlar a entrada dos usuários, identificando-os de forma adequada, é possível automatizar tarefas como a criação de contas em um fluxo seguro e disponibilização de dados de auditoria a outros sistemas.

3 – Mapeamento de todos os dispositivos

A segurança digital da empresa passa não apenas pelo monitoramento da rede e controle de acesso dos colaboradores, mas também pela identificação e mapeamento de todos os dispositivos utilizados na rotina corporativa. Hoje é inviável limitar que o usuário utilize apenas um único equipamento para desempenhar sua função – ainda mais trabalhando de casa. Assim, um recurso que consegue monitorar estes dispositivos (desktop e mobile), automatizando implementações e restringindo o uso de dispositivos USB na rede proporciona maior segurança aos dados e ativos de TI.

4 – Restauração de dados

Um dos principais problemas corporativos é a falta de backup e de iniciativas de recuperação de dados. Um descuido humano ou até mesmo uma falha de conexão entre as soluções de TI são suficientes para que informações valiosas sejam perdidas, exigindo um tempo considerável para recuperá-las depois. Com uma plataforma específica, é possível oferecer proteção contra perda de dados tanto em ambientes físicos quanto na nuvem, além de garantir a recuperação das informações por meio de backups realizados constantemente.

5 – Respeito ao compliance do setor

Não importa o setor de atuação ou o tamanho da empresa: deve-se seguir e respeitar as leis e normas de conformidade vigentes na área de tecnologia. É uma necessidade altamente estratégica, principalmente com a entrada da GDPR na União Europeia em 2018 e da LGPD (Lei Geral de Proteção aos Dados Pessoais) no Brasil em 2020. É fundamental ter uma ferramenta que apresente relatórios para que o gestor tenha visão completa de toda sua estrutura de TI e, principalmente, possa tomar medidas para garantir a conformidade de acordo com as principais regras.

*Otto Pohlmanné CEOdaCentric, empresa de tecnologia que fornece soluções completaspara atender os requisitos de segurança e da LGPD,com foco em implementação, treinamento e suporte para ajudar a sustentar o desenvolvimento de negócios de todos os portes e setores – e-mail:centric@nbpress.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui