Creditas lança guias e dá cinco dicas para começar 2021 com as finanças em dia

Especialista em educação financeira mostra como se preparar para um novo ano com o planejamento financeiro organizado para viabilizar as novas conquistas

0
Publicidade

Levantamento realizado pela BLU365 aponta que 60% dos brasileiros que têm contas a pagar querem quitá-las até o fim deste ano para começar janeiro com melhores condições. Para outros 32%, as contas estão atrasadas e devem continuar assim por um período. Apenas 6% indicaram estar “no azul”, mas admitiram que não conseguirão honrar todos os compromissos até dezembro.

Para muitos, 2020 foi um ano financeiramente desafiador e mostrou o quanto o planejamento financeiro é importante para cada momento da vida e superar momentos de incertezas. Para ajudar as pessoas a entrarem em 2021 com as finanças organizadas, independente dos objetivos de cada um, a Creditas, principal plataforma 100% digital da América Latina que usa o crédito com garantia para viabilizar conquistas, em parceria com influenciadores, produziu e disponibilizará conteúdos gratuitos e dá cinco dicas de seu especialista em educação financeira, Otavio Machado.

Conheça suas dívidas

A dica é simples, mas muito poderosa. Ter a noção do tamanho da dívida é fundamental para quitá-la. Saiba quanto falta pagar, quais são os juros e o valor de cada parcela. Para ajudar nesta tarefa, a Creditas criou, junto do influenciador Gui Suetugo, um simulador que auxilia na organização das contas para começar 2021 mais ciente do que é preciso pagar.

Publicidade

É hora de renegociar

Fim de ano é um ótimo momento para negociar e quitar as dívidas adquiridas. Uma dica é começar com as parcelas que mais prejudicam sua renda mensal. Para isso, negocie com a instituição financeira ou com a pessoa que você deve. Nesta época do ano, também é momento em que você vai conseguir mais descontos para pagar suas contas.

O mundo não acabará no Natal

Se a situação financeira não está das melhores, faça uma lista de presentes mais acessíveis à realidade. Tente ter menos despesas com presentes e extras, pelo menos um ano, para ver como o Natal não foi ruim e passar a adquirir esse hábito aos poucos. Para isso, faça as contas lembrando-se que em janeiro as tradicionais sempre vem: IPVA, IPTU, material escolar, etc. “Uma boa dica é reservar parte do 13º salário para pagar essas despesas e não se enrolar logo no início do ano” comenta Otavio.

Comece sua reserva de emergência

Se ainda não tem uma reserva de emergência, está na hora de começar a planejar a sua, principalmente, se conseguiu seguir as dicas anteriores. Mesmo que seja um valor pequeno do 13º, é válido começar agora o hábito de guardar parte do salário para que tenha uma reserva de emergência enxuta. “Vimos em 2020 que a reserva de emergência é fundamental para passarmos por momentos difíceis. Situações inesperadas sempre podem acontecer. Esteja preparado”, complementa Machado.

Planeje-se para 2021

É hora de sentar e fazer o seu planejamento financeiro para o próximo ano. Coloque suas metas e contas no papel e separe uma quantia fixa para sua reserva de emergência. É neste planejamento que você pode colocar aquele desejo de empreender ou decorar a casa, por exemplo, e já se preparar para colocá-lo em prática. “A Creditas tem um e-book, desenvolvido em parceria com a influenciadora Esther Gomes para começar a empreender com pouco dinheiro e um outro material desenvolvido com os influenciadores do Apartamento 203 com dicas para decorar a casa sem gastar muito. Com o planejamento certo e com força de vontade, é possível ter um 2021 muito mais próspero”, finaliza Otavio Machado.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui