Mais

    Mapa de empregabilidade industrial: requalificação é urgente neste momento, diz especialista em carreiras

    Publicidade

    Você já se sentiu ultrapassado? Especialmente no pós-pandemia, muitos profissionais têm a sensação de uma mudança mais acelerada no ambiente profissional. Novas tendências de rotina, no formato de trabalho, novas profissões e novas plataformas transformaram o trabalho como conhecíamos até o momento da pandemia. Rebeca Toyama, especialista em estratégia de carreira, comenta sobre a importância de se atualizar e investir em qualificação, além de trazer dicas para os profissionais escaparem da chamada “obsolescência profissional”.

    De acordo com um estudo da Confederação Nacional da Indústria, o Mapa do Trabalho Industrial 2022-2025, divulgado no último dia 16, a indústria precisará de 2 milhões de trabalhadores qualificados em formação inicial para repor nativos e preencher novas vagas até 2025.

    Publicidade

    O relatório ainda mostra que uma parcela de 7,6 milhões de pessoas que já trabalham na indústria ou já têm formação vão precisar passar por novos aperfeiçoamentos profissionais para seguir atuando em seus postos de trabalho. Isso quer dizer que quase a totalidade dessa força profissional precisa se atualizar.

    Mas o Mapa do Trabalho Industrial 2022-2025 mostra que não só os profissionais da indústria, mas qualquer tipo de profissional precisará acompanhar as novidades, tendências e desenvolver competências adequadas para atender às novas demandas para não serem substituídos.

    “Tanto os profissionais como as organizações precisam desenvolver novas competências, mas para isso, precisamos ampliar nosso repertório. Todos precisamos ser capazes de perceber o futuro e fazer disso uma oportunidade para crescermos enquanto pessoas, empresas e sociedade”, explica Rebeca Toyama, especialista em estratégia de carreira.

    Lifelong learning – O desafio de ter um aprendizado ao longo da vida

    Publicidade

    O termo Lifelong learning parte do conceito de que o aprendizado nunca acaba, mesmo depois do ensino básico, faculdades e especializações, é necessário continuar e acompanhar o ritmo da transformação do mundo.

    Esse é o reflexo do dinamismo do mundo contemporâneo e todo profissional deve estar aberto a novos conhecimentos. Portanto, esse é o caminho para manter-se atraente no mercado de trabalho. “Vários conteúdos que aprendemos já não servem mais, outros precisam ser reciclados e tantos outros aprendidos. Muitas coisas que vemos no mercado não existiam quando estávamos na escola: home office, business intelligence, customer success, inteligência artificial, emocional e hoje temos que entender, implementar e passar para nossas equipes”, revela, Rebeca.

    Para Rebeca, o primeiro passo para se buscar uma qualificação é entender seus objetivos e alinhar seu propósito dentro de uma área. “O mercado de trabalho é cada vez mais competitivo, os profissionais precisam estar atentos
    às mudanças e estar dispostos a se adaptar a elas. Não existe uma fórmula certeira, portanto, respeitar seus valores e reconhecer, e aproveitar ao máximo seus talentos, costuma trazer bons resultados”, comenta, Toyama.

    Segundo a especialista, o que pode atrapalhar os profissionais na qualificação são os modelos mentais e competências desatualizadas e também as crenças limitantes que fazem perder a capacidade de síntese, ideação e criação.

    “É necessário o entendimento que podemos contribuir com o futuro que queremos construir para nós mesmos e para as próximas gerações, investindo no desenvolvimento de competências e no autoconhecimento para acompanharmos tantas transformações no mundo do trabalho sem perder qualidade de vida”, finaliza, Toyama.

    Rebeca Toyama, especialista em estratégia de carreira, selecionou 5 dicas para ajudar os profissionais a se qualificarem ao longo da carreira:

    1. Reconheça o cenário atual e encontre como você pode contribuir profissionalmente: sem perfeccionismo, teimosia ou vaidade;
    2. Tenha clareza sobre suas competências existentes: as técnicas e as comportamentais;
    3. Identifique o que ainda precisa ser aprendido para levar você do cenário atual para o desejado, evite buscar culpados ou justificativas;
    4. Pesquise boas fontes de aquisição de conhecimento e fuja das distrações ou conhecimentos fragmentados, como por exemplo uma lista de livros ou cursos desconectados de seus objetivos;
    5. Seja protagonista de seu crescimento dedicando-se à aquisição do conhecimento que transformará você na pessoa capaz de realizar o que você veio fazer no mundo.
    Publicidade

    Artigos recentes

    Notícias Relacionadas

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui