Transformação digital: pandemia aumenta valorização da tecnologia por PMEs

Publicidade

A pandemia de Covid-19 fez com que muitas empresas que até então não tinham contato com nenhuma tecnologia se vissem obrigadas a adotar certos recursos para conseguir se manter no mercado. De acordo com um estudo da Edelman  encomendado pela Microsoft, agora, 52% das pequenas e médias empresas usam algum tipo de tecnologia diariamente.

Só que essa priorização de investimento, que inicialmente se concentrou em tecnologias mais críticas, está se expandindo cada vez mais. No mesmo levantamento, 82% das PMEs apontaram que continuarão comprando tecnologia mesmo quando a pandemia acabar.

“O que aconteceu foi que essas empresas se acostumaram à utilização da tecnologia. Ao entrarem nesse universo de digitalização, elas viram os benefícios que ele traz e, inclusive, perceberam o seu potencial enquanto um aliado na recuperação dessa crise”, comenta Piero Contezini, CEO do Asaas, fintech que oferece um serviço de assistente digital do empreendedor, auxiliando na automação de operações de suporte – backoffice -, como gestão de pagamentos e cobranças.

Publicidade

Desde o início da pandemia, a empresa aumentou em mais de 110% o número de clientes ativos. De 2019 a 2020, houve um crescimento de 82,72% entre os clientes MEIs e empresários individuais.

Confira 3 benefícios que a digitalização do backoffice traz para o micro, pequeno e médio empreendedor:

1. Controle do fluxo financeiro

Apesar de não ser adequado, ainda é muito comum que empreendedores não tenham uma forma automatizada de gerir os fluxos de entrada e de saída de recursos, ainda mais em pequenos negócios. “Infelizmente, vemos que essa gestão feita manualmente ou até mesmo ‘na cabeça’ do empreendedor é a razão da quebra de muitas empresas, que não conseguem se planejar e cuidar da saúde financeira do negócio corretamente”, reforça Contezini.

Com a digitalização do backoffice, esse fluxo passa a ser controlado de forma automática, o que garante precisão nos cálculos. Além disso, os empreendedores passam a ter acesso a um controle financeiro total, assegurando a tomada de decisões mais certeiras, com base em dados.

2. Prevenção contra perdas de recursos

Outro benefício de contar com o suporte da tecnologia no backoffice é ter ferramentas de gestão de cobranças.

O Asaas, por exemplo, oferece um robô de cobranças e um serviço de mensageria que ajuda a lembrar os clientes das datas de pagamentos e evitar atrasos. Segundo o CEO da fintech,  “uma das grandes razões da inadimplência é o esquecimento. Porém, demandar uma pessoa exclusivamente para fazer as cobranças não é algo viável financeiramente para muitas empresas. A automação é uma alternativa mais acessível e bem mais eficaz”.

O sistema do Asaas pode ser programado conforme a demanda do cliente, sem interferir no bom relacionamento que o empreendedor tem com seu consumidor.

3. Aumento na produtividade

As tarefas que podem ser automatizadas com auxílio da tecnologia costumam demandar um grande tempo de execução e serem altamente repetitivas. “Isso é um problema para os pequenos negócios, que nem sempre vão ter colaboradores suficientes para darem conta de tudo o que é necessário”, explica Piero Contezini.

A digitalização do backoffice é uma solução, pois automatiza essas atividades – como envio de cobranças, emissão de pagamentos e geração de notas fiscais, por exemplo -, permitindo que as pessoas possam se dedicar a ações estratégicas para a empresa e sejam mais produtivas em sua rotina de trabalho.

Publicidade

Artigos recentes

Publicidade

Notícias Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui