5 dicas para investir em ações de forma segura

Publicidade

O número de pessoas que buscam por opções para investir o seu dinheiro não para de crescer. Para se ter ideia, em 2021 a Bolsa de Valores ultrapassou a marca de 3,5 milhões de CPFs cadastrados, número ainda tímido se comparado a economias desenvolvidas, onde quase metade da população investe no mercado de ações. No entanto, iniciar no mercado de investimentos pode não ser tão simples quanto parece, é necessário conhecimento e cuidado para garantir um retorno positivo e não cair em golpes.

Para auxiliar aqueles que pretendem investir, o economista e especialista em gestão financeira Vinícius Machado separou algumas 5 dicas valiosas, são elas:

  1. Nunca pegue empréstimo para fazer investimentos – especialmente para investimentos que envolvem riscos, que tenham variação de preços, nunca opte por pegar dinheiro emprestado para apostar no investimento. Isso costuma dobrar o risco e causar grandes prejuízos a qualquer tipo de variação. Além disso poderá gerar muito mais estresse e preocupação com o dinheiro;
  2. Quanto investir? – o valor investido é bem importante, algumas vezes as pessoas separam os seus primeiros R$ 1 mil ou R$ 2 mil e compram ações. Isso, de modo prático, não é muito eficaz, porque se essa pessoa tem um valor pequeno para investir, o potencial em uma Renda Fixa x Ação é de ganhar 5% ou 6% a mais no ano. Então, 5% ou 6 % a mais em uma quantia pequena de dinheiro não será representativo e não vai pagar o tempo e o custo despendido para abrir uma conta em uma corretora. Por isso, seja muito objetivo, procure investimentos até R$ 30 mil reais em renda fixa ou outras opções que rendam próximo ao CDI e, depois de ter juntado um capital maior, vá para outros investimentos, busque diversificação, especialmente em fundos;
  3. Fundos são as melhores opções – fundos de investimentos, especialmente para quem está começando ou não para quem não tem muito tempo, geram uma grande facilidade em especial porque tem um gestor profissional cuidando do seu dinheiro. Além disso, se você investir fundos em um banco e esse banco quebrar, você não perderá o seu dinheiro, porque é um CNPJ separado. Os fundos ainda têm uma facilidade em relação a questão tributária, sendo muito mais fáceis de declarar.
  4. Tenha ressalvas ao preencher o perfil suitability – não é porque o formulário suitability demonstrou que você é um perfil agressivo como investidor, que você irá investir tudo em ações, e não é porque demonstrou que você é conservador que você não poderá investir nada em ações. Se tem intenção de investir em fundos de ações ou em ações diretamente, sinta o mercado, vá aos poucos. Comece com 5%, depois coloque mais 5% e vá aumentando mês a mês essa quantidade, dê chance para as coisas acontecerem. A pressa é inimiga dos bons investimentos;
  5. Tenha cuidado com as promessas mirabolantes – promessas de grandes retornos em investimentos, dos 10% ao mês, não existe. Os melhores investidores do mundo ganham cerca de 15% ao ano. Então pense que um investimento que promete 5% ou 10% ao mês tem algum problema muito sério. Sempre procure por profissionais e empresas que estejam registrados na CVM, no Banco Central. Invista de maneira segura. Não faça investimentos com pessoas que não têm esse tipo de certificação, porque depois, caso tenha algum problema, você ficará com ele e não terá a quem recorrer. Além disso, em nenhuma hipótese, invista em um lugar que não seja o seu CPF. Não envie dinheiro para uma pessoa fazer o investimento pela conta dela, isso não existe e é proibido. Na maior parte das vezes, são esquemas de pirâmide e esquemas relacionados a investimentos fraudulentos.
Publicidade

Artigos recentes

Publicidade

Notícias Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui