Carreira: você está preparado para o novo mercado de trabalho?

Publicidade

Por Maria Eduarda Silveira, CEO da Bold HR

Finalmente, estamos vendo sinais de que a pandemia está chegando ao fim. Isso aliado ao fato de que 2022 se aproxima, abre uma oportunidade de planejar os próximos passos da carreira. A tendência é que o modelo híbrido ganhe ainda mais força, assim como o presencial deve retomar, de acordo com a estratégia individual de cada empresa. No caso do padrão 100% digital, a dinâmica empresarial pode não ser a mesma impactando, por exemplo, no engajamento e na troca de experiências entre as equipes. Independentemente disso, uma das chaves para o sucesso nessa transição é aproveitar para antecipar aquela mudança de carreira “guardada na gaveta” dos sonhos.

Alguns pontos devem ser levados em consideração:

Minhas expectativas

Quando sabemos onde queremos chegar, temos mais força para trilhar o caminho ideal. Por isso, você deve se perguntar: o que eu quero exatamente? O que é indispensável para a minha vida e carreira? Qual o perfil de empresa que mais me interessa trabalhar? Em qual cultura organizacional eu me encaixo melhor? Com esse pensamento estruturado é mais provável que você encontre o que procura.

Meus entregáveis 

Publicidade

O que, em você, é relevante para as empresas onde gostaria de trabalhar? Tem focado na sua atualização profissional e no aprimoramento das soft skills? Quais estão sendo as prioridades para as empresas?

Sem um bom planejamento, a chance de cairmos no piloto automático é muito grande. Por isso, é importante saber como se posicionar dentro do contexto, compreendendo melhor o que você quer para sua vida, conhecer o mercado de atuação e desenvolver habilidades que levem ao encontro do que deseja. Essa clareza é imprescindível para o sucesso.

Minhas possibilidades

As pessoas têm dificuldades de procurar algo diferente daquilo que já fazem muito bem, a chamada “zona de conforto”. Acontece que boa parte das novas profissões surgiram de pessoas que, antes, estavam em outros mercados ou funções. Por isso, é fundamental se perguntar: em quais áreas posso ser útil? Quais estão sendo mais promissoras? Vale a pena buscar uma profissão diferente? quais habilidades eu preciso aprimorar nesse sentido? Quanto tempo vou gastar com essa recapacitação? quanto vou gastar? eu estou disposto a isso?

Benchmarking e Networking

Ouvir colegas mais experientes na carreira é uma boa forma de entender se o caminho será bom para você. Para isso, porém, é preciso cuidar das relações desde cedo. O networking é uma premissa dos bons profissionais e envolve não apenas trabalhar sua marca pessoal nas mídias sociais, mas manter um relacionamento de qualidade, com conexão forte e periódico com as pessoas.

Esses são os principais pontos que, durante nossa prática de recrutamento, temos visto como base para pessoas que têm bons desempenhos nos processos. Se você quer estar nesse seleto grupo, a hora de se organizar e planejar é agora. Vá em frente e boa sorte!

Publicidade

Artigos recentes

Notícias Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui