Mais

    Como não cair em golpes com o seu dinheiro

    Publicidade

    Não é só no amor que podemos sofrer golpes, por isso temos que desconfiar sempre. Um golpe que tem se multiplicado nos últimos anos são os financeiros virtuais. Em uma pesquisa realizada pela empresa de cibersegurança PSafe, o Brasil registrou mais de mil tentativas de fraudes financeiras digitais por hora só nos primeiros sete meses de 2022. O número de ataques registrados foi de 5 milhões, tendo um crescimento de 97% em relação a 2021. Os crimes estão ficando cada vez mais sofisticados e difíceis de serem descobertos e, para driblar isso, a Fincare N26 traz as fraudes mais usadas no ambiente virtual e dá dicas de como não cair nelas.

    Uma delas é o estelionato online, que conta com dois tipos principais. O primeiro é quando os criminosos roubam os dados da vítima e entram nas redes sociais dela, como Whatsapp e Instagram, e fingem estar vendendo algo, ou pedem dinheiro para familiares e amigos, que acabam também se tornando vítimas. O outro tipo é quando os golpistas pegam a imagem de bancos e fintechs e oferecem crédito ou empréstimos para os alvos mediante cobrança de uma taxa, ou até mesmo solicitam informações de identificação pessoal, dados bancários e senhas.

    Publicidade

    Veja abaixo as principais recomendações para escapar desses golpes.

    1. Desconfie do que parece bom demais para ser verdade

    Apesar do Brasil ser o país da América Latina que mais usa o cartão de crédito, não é tão simples conseguir crédito na praça. Se a proposta parece que caiu do céu e oferece crédito na hora, limite alto e juros zero, preste muita atenção, pois pode ser fake. 

    2. Tem que ser correspondido

    Publicidade

    Não faça transferência ou depósito antes de receber qualquer garantia ou quantia. Instituições financeiras confiáveis não costumam pedir nada antes de liberar crédito. Caso seja uma mensagem com a foto de um familiar ou amigo, tente ligar para a pessoa por outro número ou contatar alguém próximo a ela para descobrir se é realmente ela que está pedindo o dinheiro.

    3. Mal conheceu e já quer as chaves de casa? 

    Não passe seus dados pessoais nem empreste seu cartão para quem você não conhece bem. Normalmente nenhuma instituição financeira solicita senha e dados do cartão de crédito via celular. A N26 reitera que não utiliza Whatsapp, não faz empréstimos e nem faz contato oferecendo crédito.

    4. Suspeite de links

    Evite clicar no link de procedência duvidosa, pois ao acessar ele você pode se tornar vítima de diversos tipos de fraudes digitais. Suspeite sempre e assegure-se de que se trata de um contato de uma instituição oficial. Não tenha vergonha de questionar tudo até você ter certeza das intenções desse contato. Se for o contato de algum familiar ou amigo, questione se ele realmente pediria alguma ajuda financeira desse jeito para você. Suspeite sempre e bloqueie o contatinho que tem cara de golpe.

    5. Confira Avaliações

    A reputação é essencial para qualquer negócio. Confira as avaliações que já existem sobre a marca e desconfie se não achar nenhuma. Caso esteja em dúvida, contate o canal principal da empresa e fale o que está sendo passado.

    Publicidade

    Artigos recentes

    Notícias Relacionadas

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui