Mais

    Empregos falsos em 2023: Cuidado com os golpes circulando pela web

    Publicidade

    A busca por emprego em 2023 será mais fácil graças à tecnologia. LinkedIn e empresas de recrutamento já procuram talentos pela web há anos e a consolidação desses mecanismos de procura estão na rotina de diversos candidatos que aprenderam a procurar emprego pela internet, abandonando de vez os currículos impressos.

    Ao mesmo tempo, em que a internet traz facilidades, também atrai uma série de perigos facilitando golpes que estão se tornado mais comuns, podendo ocorrer na compra de um produto, no cadastro em um site ou serviço e até mesmo na candidatura a uma suposta oferta de emprego.

    Publicidade

    Segundo levantamento realizado pela OLX, somente entre janeiro e maio de 2022, aproximadamente 29 mil pessoas foram vítimas de oportunidades falsas de emprego a cada mês. As tentativas de golpe atingem três a cada quatro candidatos que buscam novas oportunidades:

    “A situação econômica instável faz com que muitas pessoas procurem trabalho online, e muitas vezes o desejo de encontrar o emprego perfeito pode nos levar a fazer algo inocente, colocando em risco informações pessoais e bancárias” explica Eliane Catalano, Coordenadora de Recrutamento e Seleção da RH NOSSA.

    Para a especialista, a internet absorveu e digitalizou todos os aspectos de nossas vidas, inclusive o trabalho: “Já não é apenas teletrabalho, mas o processo de contratação também é feito online, com LinkedIn e Abler como exemplos claros dessa mudança. Esse tipo de plataforma não parou de ganhar usuários nos últimos anos, atraindo cibercriminosos, e é por isso que criam golpes em supostas ofertas de emprego”.

    Como identificar uma oferta falsa de emprego em 2023?

    Publicidade

    Existem vários aspectos que podem ser observados para saber se o trabalho oferecido em um site é legítimo. Por exemplo, se a empresa, com a oferta colocar um número de telefone com tarifa especial, como 0800, é uma cilada, pois esses tipos de números nunca são usados ​​para uma oferta de emprego:

    “O mesmo acontece com o e-mail divulgado. É preciso ficar atento, pois toda empresa, por menor que seja, tem seu próprio domínio. Então, uma empresa que use provedores gratuitos como gmail.com é bom não arriscar”.

    Outro aspecto que pode chamar a atenção para um possível golpe é quando a oferta tem condições perfeitas demais. Os cibercriminosos querem chamar a atenção dos candidatos anunciando condições imbatíveis como a isca.

    Eliane explica que quando a oferta for feita por uma empresa desconhecida, que ao pesquisar sobre ela não encontrar nada na internet, as chances de ser uma farsa são maiores. Anúncios com erros ortográficos ou má redação no anúncio são outro indicativo para desconfiar.

    Por fim, há o famoso golpe do Whatsapp: “o número de recrutadores trabalhando em home office aumentou exponencialmente pós-pandemia, então, o Whatsapp se transformou em ferramenta essencial. Aqui na RH NOSSA, criamos um sistema chamado “VERIFAKE” que identifica se o número oferecendo a oportunidade é, ou não, da nossa equipe, garantindo tranquilidade ao candidato” finaliza Catalano.

    Publicidade

    Artigos recentes

    Notícias Relacionadas

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui