A ACOM Sistemas acompanha a expansão do segmento de serviços em tecnologia da informação interagindo com a realidade e as necessidades dos clientes

O segmento de serviços em tecnologia da informação encerrou o primeiro quadrimestre do ano com um crescimento de 8,4%, segundo a Pesquisa Mensal de Serviços do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Foi um dos poucos segmentos dentro do setor de serviços – que registrou ao todo uma queda de 4,5% no mesmo período – a conseguir escapar dos efeitos econômicos causados pelo novo coronavírus.

Estratégias como da curitibana ACOM Sistemas ajudam a explicar como o segmento tem enfrentado com resiliência os tempos difíceis. A caminho de encerrar o primeiro semestre de 2020 com quase dez novos contratos, a ACOM vê como factível atingir a meta de 30 novos clientes até dezembro, como era previsto no início do ano, conforme ressalta o CCO da empresa, Eduardo Ferreira.

Além da sede em Curitiba, a ACOM conta com escritórios em Cascavel, oeste do Paraná, e em São Paulo, capital, e tem sua atuação expandida para outras partes do país também. A empresa curitibana tem procurado demonstrar às organizações que o momento de queda em suas atividades pode ser aproveitado para o desenvolvimento de soluções necessárias para, em um processo de retomada, sair da atual fase difícil.

A ACOM tem apostado também, e principalmente, em negociações mais flexíveis com seus clientes. Eduardo Ferreira explica que as equipes da empresa estão atuando de modo a fechar contratos em que as condições estabelecidas atendam às condições financeiras conjunturais dos clientes.

“A mensagem que temos procurado passar a cada cliente é: ‘como é que podemos te ajudar? E então tentamos adaptar a nossa realidade à do cliente, de modo a oferecer soluções com condições que possam garantir a rentabilidade dele”, sublinha o CCO da ACOM Sistemas.

Leia Também:

ESTRATÉGIA DECISIVA

Eduardo Ferreira não tem dúvidas em afirmar que a estratégia de propor contratos e formas de cumprimento adequadas à realidade econômica das empresas – foi decisiva para que os clientes fossem conquistados nesses primeiros seis meses de 2020. “Mesmo com a crise, temos alcançado nossa meta de novos clientes. Ainda que o cenário seja de incerteza, estamos conseguindo cumprir as metas. Muito por conta dessa flexibilidade”.

Estratégias como a descrita pelo executivo da ACOM Sistemas passam pelo constante entendimento das circunstâncias do mercado. “Percebemos que algumas empresas estão aproveitando o momento de baixa nas atividades para implantar soluções para quando a economia reativar. Então atuamos no sentido de incentivar essa prática, mostrando que o momento pode ser apropriado para a ativação de alguma tecnologia que auxilie no olhar macro em relação ao seu negócio e a estabelecer assertivamente estratégias para a retomada das vendas”, conta Ferreira.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui