Franquias do Centro-Oeste faturam R$ 3,68 bilhões e atraem investimentos da rede de estética AD Clinic

Publicidade

O setor de franquias está consolidando seu crescimento em Goiás, a exemplo do que ocorre em todo o país. Os dados da Associação Brasileira de Franchising (ABF) mostram que a crise causada pela pandemia da Covid-19 ficou para trás. O Brasil é o terceiro maior mercado de estética e beleza, atrás apenas dos Estados Unidos e do Japão. A região Centro-Oeste representa 10,3% do setor nacional e Goiás ocupa a oitava posição no mercado nacional de franquias.

Os dados são bastantes significativos, os segmentos que mais impulsionaram o setor de franquias em Goiás foram: serviços e outros negócios com 59,3%; limpeza e conservação representando 21,6%; hotelaria e turismo marcando 16,1%; e estética, beleza e bem-estar registrando 14,2%. A sede da maior parte das franquias é a região Sudeste, com 83% da quantidade total, enquanto o Centro-Oeste possui apenas 3% delas. No total, o mercado de franquias faturou R$ 4,285 bi em 2020 somente no estado de Goiás.

Tal desempenho atraiu os olhares e os bolsos dos primos que resolveram empreender. Daiane Jácome e Herbert Jácome apostaram na franquia mesmo na contramão da crise imposta pela pandemia do coronavírus. A clínica será inaugurada em julho em um dos bairros mais nobres da capital, conhecido pelos parques, bosques, gastronomia e, agora, pelo mais novo templo da beleza. Eles também antecipam os segredos do espaço: terá 400m², com estacionamentos e mais de 100 protocolos de tratamentos faciais e corporais.

Publicidade

Jornalista por formação, casada e mãe do Lucca, Daiane empreendeu na sociedade para registrar a entrada da marca Ad Clinic. “As franquias apresentam diversas vantagens em relação a uma empresa que começa do zero e passa a ser uma alternativa perfeita para quem não quer correr riscos desnecessários. Franquear hoje é a melhor opção para quem deseja um negócio seguro.”, comenta a empreendedora.

Divulgação

O mesmo propósito tem o sócio Herbert. Em 2014, o engenheiro de formação decidiu fazer parte do ranking dos 53,4 milhões de empreendedores brasileiros. Aos 29 anos, ele abriu a primeira empresa especializada na área de engenharia clínica e hospitalar. Posteriormente, em 2020, investiu em uma pizzaria com objetivo de abocanhar novos franqueados, além de uma importadora e uma loja de e-commerce e, em 2021, investiu em mais um empreendimento para ampliar o leque de negócios. “Independentemente da crise, temos muito para contribuir com a marca e estamos otimistas em trazer a Ad Clinic para o estado de Goiás.”, conclui Herbert.

O CEO da rede é a prova viva de que otimismo é o segredo. “Eu entregava panfletos nas ruas para divulgar a marca”, comenta Rodrigo Nunes ao mencionar que, se o franqueado tiver um objetivo final, não importa o tamanho da crise.

Publicidade

Artigos recentes

Notícias Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui