Quer ter sucesso nos investimentos? Veja 4 dicas de como conquistar bons resultados

Publicidade

A pandemia de Covid-19 veio para mudar a mentalidade dos brasileiros sobre o investimento. E quem diria, em plena crise provocada pelo novo coronavírus, mais de 70% deles passaram a poupar mais, de acordo com a Toluna, empresa que fornece insights de mercado. Além disso, 80% dos entrevistados iniciaram algum investimento recentemente e o fator pandemia foi decisivo para a iniciativa, conforme outra pesquisa, desenvolvida pela NZN Intelligence. Também tem sido em plena pandemia que a procura pelo mercado da bolsa de valores passou a ser mais frequente, inclusive entre os jovens.

Com o objetivo de orientar, a Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação (Assespro-PR) promoveu uma palestra on-line sobre o tema. “É importante debater com todos os segmentos, por isso a Assespro trouxe o assunto. É compartilhando que temos a oportunidade de chegar ao sucesso e à tranquilidade, algo que todos buscam, especialmente em momentos tão duros como o que vivemos”, disse o presidente da entidade, Lucas Ribeiro.

Foi dando dicas para bons investimentos que o sócio e diretor comercial da Apollo, Bruno Heckler, falou, a convite da Assespro-PR. A empresa de soluções em investimentos é uma das associadas do órgão. Conforme Heckler, para ter êxito é importante perceber que o investimento é uma alternativa estratégica, inclusive para quem não dispõe de tantos recursos. Bruno defende a organização financeira como pauta da sala de aula desde a infância e o primeiro passo de um caminho que deveria ser, no seu entendimento, sem volta. “Basta começar; sempre é momento de investir”, orienta.

Publicidade

Confira 4 dicas do profissional para ter sucesso nos investimentos:

1 – Saiba que segurança, liquidez e rentabilidade não caminham juntas

Embora aparentemente tenham conexão, essas três palavras, e seus significados, nem sempre caminham juntas no mundo dos investimentos. “Por exemplo, um imóvel é seguro, mas a rentabilidade não é regra e depende do momento do mercado. Além disso, não tem liquidez, já que é mais difícil vender um imóvel de um dia para o outro. Ou, veja o caso da bolsa de valores. Ela rende, mas pode não ser segura se não souber administrar. Assim é importante ter seus objetivos bem definidos antes de investir”, exemplifica o profissional da Apollo, que complementa: “se está na dúvida, opte pela segurança”.

2 – Diversifique a aplicação do seu dinheiro

Até a chegada da pandemia, a procura por ações na bolsa de valores não aparecia nem entre as dez buscas mais frequentes no Yubb, buscador de investimentos gratuito. Isso é um excelente sinal, avalia Heckler, pois mostra que os brasileiros começaram a migrar para outros formatos na hora de poupar/investir. Vale lembrar que a poupança ainda é uma das opções mais escolhidas entre os brasileiros, mas não é o único produto financeiro disponível. Logo, ela pode ficar em um segundo plano.

“A grande maioria das pessoas costuma simplesmente deixar o dinheiro no banco para que gere lucro naturalmente. O efeito da pandemia fez com que a aplicação da poupança também tivesse um crescimento e, de fato, ainda não é da cultura do brasileiro ver outras alternativas. A poupança gera um retorno baixo e há outras opções mais rentáveis e com a mesma segurança que a poupança proporciona”, disse. Por exemplo, o Brasil dispõe de outros modelos, como o Tesouro Direto, o Certificado de Depósito Bancário (CDB), ações de empresas, fundos etc., que também são alternativas tão acessíveis quanto a poupança e que podem oferecer rendimentos bem mais interessantes.

3 – Tenha uma assessoria comprometida

Potencializar os recursos que se tem através de uma assessoria focada em investimentos pode ser interessante. “O assessor ajuda na escolha segura de aplicações. Além disso, ele auxilia pessoas ou empresas a montarem sua carteira de investimento de acordo com o seu perfil e com seus objetivos de vida”, defende. O profissional explica que muitas pessoas, por falta de conhecimento sobre gerenciamento, acabam perdendo capital ou fazendo más aplicações. A assessoria consegue apresentar as melhores opções do mercado de acordo com o perfil e as metas do investidor.

4 – Milagre não existe

Proteger os recursos com aplicações assertivas, e não se deixar levar pela ideia do ganho fácil, é fundamental. “Não caia em armadilhas financeiras. Isso envolve questões até mesmo triviais, mas que iludem, como as populares ‘pirâmides’: mecanismo de ganho fácil, mas que pode levar à ruína um negócio (a prática é, inclusive, proibida no país). Milagre não existe”, ponderou Bruno.

Publicidade

Artigos recentes

Notícias Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui