Saiba as empresas que possuem programas de recrutamento para pessoas pretas

0
Publicidade

Contar com diversidade e pluralidade de pessoas e ideias dentro de um ambiente de trabalho é o que faz com que as organizações sejam mais saudáveis e inovadoras e esse é um dos grandes desafios do RH 4.0.

Em um país com maior parte de negros e pardos – de acordo com o IBGE, 54% da população do Brasil é negra – é preciso que essa diversidade de pessoas, raças e cores seja encontrada em todos os ambientes, sejam de trabalho ou acadêmico.

Mesmo que ainda caminhando a passos lentos, diversas empresas já começaram o movimento gradual para aumentar a diversidade racial dentro dos seus setores e algumas já são iniciativas para contratar pessoas pretas.

Você já ouviu falar de alguma dessas iniciativas no mercado? Separamos algumas empresas que contam com programas de recrutamento exclusivos e que dão espaço e estão pensando na diversidade em seus ambientes. Confira!

Publicidade

Magazine Luiza

A gigante Magazine Luiza foi um dos grandes símbolos nos processos seletivos exclusivos para pretos nesse ano. A ação para o trainee 2021 aceitou penas candidatos negros e o grande objetivo é levar mais diversidade racial para todos os cargos da empresa, inclusive os de liderança.

A empresa recrutou jovens universitários e recém-formados de qualquer curso superior. Diferente de outros trainees, esse processo não tinha como pré-requisito eliminatório o conhecimento em língua inglesa e experiências profissionais anteriores.

Assim como em todos os seus processos, a Magazine Luiza conta com salário, benefícios e auxílio mudança caso o selecionado não seja da cidade de São Paulo.

Segundo a própria empresa, hoje a companhia tem 53% de pretos e pardos em seu quadro de funcionário, porém apenas 16% deles estão em cargos de liderança e é essa oportunidade que a empresa quer dar para aqueles que estão começando as suas carreiras para que possam se desenvolver na companhia e crescer profissionalmente.

O programa, mesmo não sendo o único existente com tal propósito, causou grande burburinho em seu lançamento. Enquanto muitos aplaudiram a ação, diversas foram as críticas e até mesmo ameaças de processos para a empresa.

A Magazine Luiza não se deixou levar pelo movimento contrário e segue com suas iniciativas, tendo a diversidade como um de seus pilares importantes.

Bayer

A multinacional de saúde e agricultura é também outro expoente de processos seletivos e oportunidades exclusivas para jovens negros através do programa “Liderança Negra”.

Para a empresa, o processo de inclusão de negros e negras existe pois se acredita no poder de ser líder, inspirando pessoas e transformando vidas. O processo tem como objetivo incluir e desenvolver profissionais durante 18 meses, visando prepará-los para assumirem posições de liderança estratégica dentro da empresa.

Os escolhidos passarão por diversos setores, conhecendo o todo da empresa e poderão escolher as áreas de atuação em que sentem mais afinidade para desenvolver projetos multidisciplinares e de alto impacto para a organização.

P&G

Outra empresa que tem olhado para a diversidade e abriu processos olhando para estudantes pretos é a P&G, organização de bens de consumo.

Com foco em estudantes negros, esse é um programa de estágio para alunos dos mais diferentes cursos. Esse programa trabalha duas frentes principais: inglês e mentoria para desenvolver ainda mais os futuros profissionais.

O inglês é desenvolvido através de uma bolsa integral de curso online por 12 meses em uma escola de idiomas parceira da P&G. Já para a consultoria, ela acontecerá durante 6 meses e visa trabalhar diversas habilidades através de coaching com líderes dentro da empresa.

Natura

A Natura também anunciou a abertura de seu programa de estágio 2021, com 90 vagas, sendo 45 delas exclusivas e reservadas para estudantes pretos. Não há limitação de universidade, idade ou nível de inglês e essa é uma das ações de diversidade que a Natura tem implementado em suas estratégias.

Ambev

A Ambev, famosa por seus grandes trainees e processos de estágio, também já conta com programas voltados à atração de jovens pretos.

A iniciativa para estagiários, o “Representa”, foi lançada em 2019, com vagas apenas em São Paulo. A versão de 2020 foi nacional e teria, inicialmente, 80 vagas. No entanto, a empresa se surpreendeu com o volume de inscrições e selecionou 96 candidatos.

Os processos seletivos são portas de entrada para os profissionais e, mais do que isso, as empresas e RH estão pensando também em movimentos de retenção e desenvolvimento de carreira para que esses profissionais de fato fiquem nas empresas e cresçam em conjunto.

É importante que as empresas, grandes ou pequenas, se movimentarem nesse sentido e pensem cada vez mais em diversidade racial em seus setores e lideranças e movimentos como esses que apresentamos são muito importantes para puxar outras iniciativas.

Você já conhecia algum desses processos exclusivos para pretos? Como sua empresa lida com a diversidade nos setores? Reflita sempre sobre o assunto e divulgue iniciativas como essa!

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui