Mais

    Como melhorar o desempenho de seus colaboradores dentro do ensino corporativo digital

    Publicidade

    Não existe nenhuma modalidade de ensino que não venha sendo alvo de diversas mudanças e experimentações com o avanço digital e, principalmente, com o isolamento social, iniciado em 2020, causado pela pandemia do novo coronavírus, quando as necessidades de acesso ao ensino a distância mudaram.

    Para não ficarem ultrapassadas, muitas empresas vêm tentando modernizar treinamentos e cursos, trazendo-os para plataformas digitais, mas isso, por vezes, se mostra insuficiente para tornar o ensino corporativo eficiente.

    Publicidade

    O ensino corporativo nada mais é do que os esforços de uma empresa para adquirir e divulgar conhecimento dentro da companhia, colaborando para a adequação dos funcionários a normas e políticas da empresa, fornecendo informações sobre habilidades e domínios necessários e colaborando para o crescimento da organização e desenvolvimento profissional dos colaboradores como um todo.

    Para torná-lo mais eficiente, especialmente neste momento desafiador de migração para o digital, veja algumas dicas a seguir.

    Encontre maneiras de mensurar resultados

    Planejar com cautela o conteúdo ensinado e o método utilizado para isso é extremamente importante para qualquer tipo de curso ou treinamento, mas tão importantes quanto são as estratégias para medir a efetividade do ensino.

    Publicidade

    Essas estratégias podem ter diversas proporções, iniciando-se durante o próprio curso, com avaliações, testes e questionários, ou depois da realização deste, medindo o impacto que o treinamento pode ter trazido para a empresa como um todo – na efetividade da empresa, diminuição de erros, preenchimento de lacunas importantes nos processos, etc.

    Conte com a ajuda de especialistas para explorar todo o potencial do ensino digital

    O ensino digital permite que os colaboradores dediquem-se ao curso oferecido em seu próprio tempo. Isso significa que limitações de horário, tempo de ensino e modelos tradicionais de aulas são impeditivos desnecessários quando tratamos do universo online.

    Por isso, o ideal é pensar o treinamento junto a especialistas em tecnologia e ensino, que poderão avaliar as melhores oportunidades para trabalhar o conteúdo dos cursos e explorar todas as possibilidades.

    Considere o público do treinamento digital para tomar decisões a respeito do programa 

    Dentro da análise da possibilidade de formatos, tempo e modelo de ensino, não deve-se esquecer do principal: o aluno. Considerar a faixa etária, o nível de familiaridade com modelos digitais de ensino e o tempo disponível para estudo é essencial para fazer com que seja produtivo o tempo do usuário.

    Por exemplo, criar um curso ou método de ensino voltado para alunos do ensino fundamental 1 ou ensino médio exige atenção a detalhes diferentes do que para alunos de uma graduação, ou, neste exemplo, estudantes de uma disciplina corporativa.

    Fazendo esse tipo de análise, um bom plano de ensino e execução do projeto, além de investimento adequado, ajudarão no alcance de metas e objetivos traçados para os treinamentos corporativos online.

    Publicidade

    Artigos recentes

    Notícias Relacionadas

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui